sexta-feira, 25 de março de 2011

Dia 4: Criado para ser eterno



" Deus tem [...]cultivado a eternidade no coração humano ". Eclesiastes 3.11

 " Deus certamente não teria criado um ser como o homem para que este existisse somente por um dia! Não, não! O homem foi feito para a imortalidade " Abraham Lincoln

Esta vida não é tudo o que temos.
Um dia, nosso coração irá parar de bater. Então será o fim do nosso corpo e do nosso tempo no mundo, mas não será o fim. Se a vida aqui oferece muitas opções, a eternidade nos concede apenas duas: céu ou inferno. Seu relacionamento com Deus aqui determinará seu relacionamento com ele na eternidade. Se aprender a amar a Jesus, o Filho de Deus, e a confiar nele, você será convidado a passar a eternidade com ele. Entretanto, se desprezar o amor, o perdão e a salvação que ele oferece, você passará a eternidade separado de Deus. Tragicamente, muitos terão que suportar a eternidade sem Deus, pois escolheram viver sem ele neste mundo.
Quanto mais próximo você viver de Deus, mais as outras coisas vão lhe parecer insignificantes. À luz da eternidade, os valores mudam. Você utiliza mais sabiamente o dinheiro e o tempo e passa a dar mais valor à sua personalidade e aos seus relacionamentos, em vez de valorizar fama, riquezas, realizações ou mesmo prazeres. As prioridades são reordenadas. Manter-se em dia com as tendências, modismos e valores populares já não é tão importante. Paulo disse: " Antigamente eu pensava que todas essas coisas eram muito importantes, mas agora as considero sem valor algum, por causa do que Cristo fez ".
Se todo o seu tempo aqui fosse para ser dedicado unicamente a esta vida, eu sugiriria que começasse a viver agora mesmo. Você poderia deixar de ser bom ou ético e não teria de se preocupar com as consequências de suas ações. Poderia dedicar-se a uma existência inteiramente egocêntrica, pois seus atos não teriam implicações de longo prazo.
Mas - e isto faz toda a diferença -  a morte não é o fim: ela é tão somente a transição para a eternidade. Por isso, existem consequências eternas para tudo o que faz aqui.
Como será a eternidade com Deus? A Bíblia diz: " Este é o significado das Escrituras que dizem que nenhum mero homem jamais viu, ouviu, nem mesmo imaginou, que coisas maravilhosas Deus preparou para aqueles que amam ao SENHOR ".
No céu, seremos reunidos com os fiéis amados, libertos de toda a dor e sofrimento, recompensados por nossa fidelidade neste mundo e designados para um trabalho que apreciaremos realizar. Não ficaremos recostados nas nuvens, com auréolas, tocando harpa! Desfrutaremos da companhia de Deus e ele se deleitará conosco para todo o sempre. Um dia, Jesus dirá: " Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que lhes foi preparado desde a criação do mundo ".
Deus tem um propósito para sua vida na Terra, mas que não termina aqui.
Assim como os nove meses que você passou no útero de sua mãe não tinham um fim em si, mas consistiam numa preparação para a vida, também a vida é uma preparação para o que vem a seguir. Se você mantém um relacionamento com Deus por meio de Jesus Cristo, não é preciso temer a morte.  A Bíblia diz: " Este mundo não é a nossa pátria; nós estamos aguardando a nossa pátria eterna no céu ".
Em comparação com a eternidade, nosso tempo aqui não passa de um piscar de olhos, mas as consequências durarão para sempre. Há alguns anos atrás, uma frase popular encorajava as pessoas a viver cada dia como " o primeiro dia do resto de sua vida ". Na verdade, seria mais sábio viver cada dia como se fosse o último Matthew Henry, em seu Commentary on the Whole Bible [ Comentário de toda a Bíblia] (1721), diz: " É necessário que o assunto de cada dia seja preparar-se para ser o último dia ".

(Livro: Uma Vida com Propósitos. Rick Warren)

Próxima postagem: Enxergando a vida do ponto de vista de Deus


Postado por Milena do Carmo Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário