quinta-feira, 31 de março de 2011

Dia 8: Planejado para agradar a Deus



" Tu criaste todas as coisas, e é para o teu agrado que elas existem e foram criadas " Apocalipse 4.11

" O SENHOR  está contente com o seu povo " Salmos 149.4

Você foi planejado para agradar a Deus. 
Deus não precisou criar você, mas decidiu criá-lo para satisfação dele. Você existe para benefício, glória, propósito e prazer de Deus. Dar satisfação e viver para o prazer de Deus é o primeiro propósito de sua vida. Quando você entender plenamente essa verdade , jamais voltará a se sentir insignificante, pois isso prova o valor que tem. Se você é importante para Deus e se ele o considera valioso o suficiente para mantê-lo consigo por toda a eternidade, como você poderia ser mais importante do que já é?
Um dos maiores dons que Deus lhe concedeu foi a capacidade de apreciar o prazer. Ele o criou com cinco sentidos e emoções, para que você pudesse experimentar essa sensação. Ele deseja que você aprecie a vida, não que apenas a suporte. O motivo pelo qual você pode sentir prazer é que Deus o fez à sua imagem.
Com frequência, esquecemos que Deus também tem emoções. Ele possui sentimentos intensos.  A Bíblia diz que Deus sofre, fica encolerizado, sente compaixão, piedade, tristeza, bem como alegria, regozijo e satisfação. Deus ama, sente prazer, exulta, desfruta e mesmo ri!
  • Dar prazer a Deus é o que se chama "adorar". A Bíblia diz: " O SENHOR se agrada somente daqueles que o adoram e confiam em seu amor ". Qualquer atitude sua que agrade a Deus é um ato de adoração. Adorar é um estilo de vida.
  • Adoração é muito mais que música. Para muitos, adorar é apenas sinônimo de música. Eles dizem: " Em nossa igreja, temos primeiro a adoração e depois o ensinamento ". Esse é um grande mal-entendido. Todos os momentos do culto são um ato de adoração: a oração, a leitura da Bíblia, os cânticos, as confissões, o silêncio, bem como o ato de ouvir uma pregação e ofertar.
  • A adoração não é para benefício próprio. Quando adoramos, nosso objetivo é agradar a Deus, e não a nós mesmos. No capítulo 29 de Isaías, Deus reclama de uma adoração hipócrita e sem entusiasmo. O povo estava oferecendo a Deus orações repetitivas, falsos louvores, palavras vazias e rituais artificiais sem que o significado fosse levado em consideração. O coração de Deus não é tocado por adoração meramente tradicional, mas por paixão e empenho. A Bíblia diz: " Esse povo se aproxima de mim com a boca e me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.  A adoração que me prestam é feita só de regras ensinadas por homens.
  • A adoração não é parte da sua vida: é a sua vida. Não o adore somente nos cultos na igreja, pois foi nos dito: " Estejam sempre na sua presença ". Na Bíblia, as pessoas louvavam a Deus no trabalho, em casa, na batalha e até mesmo na prisão! Louvar deve ser sua primeira atividade, assim que abrir os olhos pela manhã, e sua última atividade, ao fechá-lo à noite. Davi disse: " Eu  darei graças ao SENHOR o tempo todo. Minha boca sempre o louvará ". Cada atividade pode ser transformada em um ato de adoração, quando realizada para louvar, glorificar e agradar a Deus. A Bíblia diz: " Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer coisa, façam tudo para a glória de Deus ". Como é possível fazer tudo para a glória de Deus?  Fazendo tudo como se estivesse fazendo para Jesus e mantendo uma conversa contínua com ele durante a atividade. A Bíblia diz: " Tudo o que fizerem, façam de todo coração, como para o Senhor, e não para os homens ". Este é o segredo de um estilo de vida em adoração: fazer todas as coisas como se fossem para Jesus.  A Bíblia diz: " Tome a sua vida diária e comum  -  dormir, comer, trabalhar e passear  -  e apresente diante do Senhor como oferta ".


(Livro: Uma Vida com Propósitos)

Próxima postagem: O que faz Deus sorrir?

Postado por Milena do Carmo Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário